5 maneiras de revender moda íntima sem loja física

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

revender moda íntima sem loja física

Para comercializar produtos e serviços não é necessário contar com um espaço físico. Hoje há diversas formas de entrar em contato com o público e realizar a venda. Se você está pensando em abrir um negócio, mas não tem muita verba, este artigo pode te ajudar.

Aqui trazemos cinco opções para revender moda íntima sem loja física. Ideias bem diferentes para atender a todos os gostos e bolsos.

1. As redes sociais são um meio de revender moda íntima sem loja física

Muitas pessoas já utilizam as redes sociais para vender produtos e serviços. Seja montando um grupo ou apenas publicando fotos. Portanto, quem está pensando em revender moda íntima sem loja física tem nesse meio de comunicação uma opção.

Os aplicativos de conversa pelo celular também podem ser usados dessa forma. É possível começar com um grupo de amigos e familiares e depois expandir para outras pessoas conhecidas.

A dica é participar do maior número de redes possível!

2. A loja virtual é outra opção

O receio de comprar pela internet diminui a cada ano e por isso montar uma loja virtual ou e-commerce é uma excelente opção. Principalmente para quem não tem muito capital de investimento, já que um comércio físico inclui gastos com mobília, funcionários, entre outros.

Portanto, quem deseja revender moda íntima sem loja física pode apostar no ambiente virtual. O gasto para montar um e-commerce é muito menor e garante até uma visibilidade maior, já que pode ser acessada de qualquer lugar no mundo, a qualquer momento.

É importante destacar que a qualidade dos produtos do fornecedor será fundamental para o sucesso!

revender moda íntima sem loja física

3. Comércio de porta em porta

Outra opção para revender moda íntima sem loja física é levando os produtos até o cliente. Pode ser na casa das pessoas ou em locais de trabalho. Muitas empresas permitem essas visitas para a realização do comércio.

Para tanto, é preciso ter uma agenda muito bem organizada, além de incluir o deslocamento no cálculo do valor das vendas. Se a revenda for uma segunda fonte de renda, a dica é utilizar os fins de semana e feriados para fazer as visitas.

4. Em um cantinho da casa

Usar a própria residência é mais uma forma de revender moda íntima sem loja física. É uma ótima ideia para agradar a clientela que gosta de conforto e quer conferir de perto os produtos, diferente do que acontece em uma loja virtual.

Se esta for uma opção, a dica é preparar a casa, deixando o espaço aconchegante e convidativo para expor as roupas. Isso porque apesar de ser em casa, a ideia é mostrar profissionalismo.

5. Feiras especializadas são mais uma opção

As feiras também são uma maneira de revender moda íntima sem loja física. Para tanto, é preciso procurar na internet ou pessoas que participam para se organizar e ficar por dentro de todos os detalhes.

Costumam ser ótimas opções para expandir a clientela e para quem não tem tanto tempo para investir no negócio.

Como mostramos neste artigo há pelo menos cinco formas de revender moda íntima sem loja física. Verifique qual delas se adequa mais as suas necessidades e ganhe muito dinheiro com o negócio. Lembrando sempre que oferecer um produto de qualidade é sempre fundamental! Então atenção na hora escolher o seu fornecedor!

Se tiver outras sugestões ou dúvidas, deixe aqui o seu recado e continue acompanhando os artigos do blog.

Comentários no Facebook