Qual é o investimento inicial para revender moda íntima?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

revender moda íntima

Um dos primeiros passos na hora de iniciar um negócio é calcular o capital de investimento. Sem fazer essa conta é possível que, no meio do caminho, falte verba para dar continuidade ao projeto.

É claro que o valor a ser investido depende do tamanho do empreendimento. Uma loja física, por exemplo, exigirá muito mais do que revender moda íntima em casa. Para ajudar as revendedoras a fazerem o cálculo inicial, trazemos algumas dicas neste artigo.

Como calcular o investimento necessário para revender moda íntima? Primeiro faça uma pesquisa.

Antes de fixar o valor para começar a revender moda íntima, a dica é realizar uma busca no site do fornecedor. Assim será possível conferir o preço das peças e fazer uma estimativa do gasto mínimo necessário.

É importante incluir na lista de compras peças básicas e outras diferenciadas, o que interferirá diretamente no valor a ser investido. As mais simples costumam ter um custo menor e por isso a dica é apostar nestes modelos, lembrando de variar as cores e os tamanhos.

Essa pesquisa é importante porque se você não tiver o valor mínimo para uma boa remessa é melhor esperar para juntar o montante necessário.

revender moda íntima

Mas como vou saber qual o mínimo necessário?

Para calcular o valor mínimo de investimento, lembre-se que é preciso ter todos os tamanhos de um mesmo modelo. Portanto, a cada calcinha, sutiã, cueca ou conjunto escolhido, tenha as opções de P, M e G.

Não há uma regra específica para estabelecer a quantidade de peças, mas a dica é contar com pelo menos três modelos diferentes de cada item. Menos que isso pode desanimar a clientela, pela falta de opções.

Portanto, depois de fazer uma pesquisa no site da empresa fornecedora, para revender moda íntima é importante estabelecer um número mínimo de peças. É assim que você saberá o valor necessário do investimento.

Sabe o que é capital de giro? Não se esqueça dele!

Tanto para o dono de uma loja como para quem vai revender moda íntima é importante saber o que é o capital de giro. Este é o montante de reserva que o empreendedor precisa para se manter no caso de o lucro demorar a chegar.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) a cada dez empresas abertas, seis fecham em cinco anos de atividade e um dos motivos é a falta de conhecimento da importância do capital de giro.

Portanto, depois de fazer uma pesquisa para saber quanto custam as peças e assim estabelecer o mínimo necessário de investimento, lembre-se que é preciso ter uma reserva para sustentar o negócio enquanto ele não caminha por si só.

Sem essa reserva você pode até mesmo ficar sem verba para investir em novas peças e para quem quer revender moda íntima, a renovação deve ser constante.

Como mostramos neste artigo o valor inicial para revender moda íntima exige que todos os aspectos apontados aqui sejam levados em consideração, apesar de alguns profissionais da área estabelecerem a quantia mínima de R$ 2 mil.

Portanto, faça uma pesquisa no site do fornecedor, para depois escolher o número de peças mínimas e assim saber o montante a ser investido.

 

Comentários no Facebook